Pesquisar neste blogue

terça-feira, dezembro 27, 2011

Last of the year

Para a última do Ano:



sexta-feira, dezembro 23, 2011

Baú

Dei por mim a ler algo que escrevi em 2004:

O 25 de Abril deveria ter acordado o torpor do português, deveria ter mexido profundamente no tecido social do meu país. Mas, em vez de pensarem nos SEUS filhos, a geração dos NOSSOS PAIS pensou nela própria e em como poderia chegar ao poder que sempre lhe falhou. Não se fez mais do que substituir as "moscas", e fez muito pior.........retirou identidade ao mal e mascarou tudo o que eram interesses pessoais, por interesses de Portugal. 

Podia estar com o grão na asa :)) mas não...não estava!! De qualquer forma é tão atual este discurso e apesar de terem passado 7 anos (quase 8), não altero uma vírgula.


Feliz Natal, será que se aplica???

segunda-feira, dezembro 19, 2011

500 Miles

Lá bem do fundo do Baú!!

Viva las vacaciones!!!!

quarta-feira, dezembro 14, 2011

When life hammers you...get smashed


Este é o mote dum filme de 2011 chamado "I Melt with You".
Isto não é mais um daqueles filmes de comédia fácil e riso forçado com tretas de diálogos e com atores pseudo-engraçados.

É um filme pesado. É um drama. Cru! Real! Atinge-te como um soco, sem rodeios, sem falinhas mansas nem avisos..é para te deixar a pensar como nos vamos enganando com o passar da vida!

Aconselho vivamente..



É duma honestidade refrescante!!!

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Lytro

Não, não é um erro de escrita e também não é alusivo a nenhuma nova marca de garrafas de vinho ou cerveja. Se bem que podia ser uma grande ideia...mas pronto...este post é para falar sobre a nova tendência nas máquinas fotográficas de pequeno porte - a Lytro (podem ver o site aqui)

Esta máquina vai permitir tirar fotos e focá-las depois (brutalllllll para fotos de noites em que podemos ser vítimas de bottlejacking). Este efeito só é possível porque a Lytro não foca apenas um plano da imagem. Captura todos os raios de luz numa cena, por isso dispensa o flash e o resultado permite a multifocagem. 

Possui apenas dois botões - um para ligar e outro para disparar. As micro-lentes com zoom óptico de 8x capturam 11 milhões de raios de luz, e gravam a direção de onde cada raio vem. O processador permite que a imagem tenha qualidade HD (alta definição) e capacidade de multifocagem diretamente na câmara, por meio do ecrã touchscreen.

Existem dois modelos disponíveis da Lytro, de 8GB e 16GB. O primeiro, disponível em cinza ou azul, custa 399 dólares (294 euros) e permite armazenar 350 fotos. Já o segundo, vermelho, de 16GB, armazena 750 fotos e custa 499 dólares (367 euros). Só haverá para entrega em 2012.

sexta-feira, dezembro 09, 2011

Couch Music

Vi James Blake ao vivo no Optimus Alive deste ano e tenho que fazer aqui uma menção há muito tempo devida.

É duma serenidade e duma melodia espantosas. Perfeito para "chill mood".
Para dias frios como este, tomem lá uma música de Sofá!


segunda-feira, dezembro 05, 2011

O "fosso" nacional

"Portugal é o sexto país mais desigual do mundo desenvolvido"
O fosso entre os mais ricos e os mais pobres continua a ser especialmente cavado por cá. Mas ao contrário da tendência na OCDE, os rendimentos dos mais pobres têm crescido acima dos que mais têm, em boa medida devido a políticas sociais que, por causa da crise, estão agora ser forçadas a fazer marcha atrás.

Neste estudo da OCDE, Portugal continua a ser, de acordo com vários indicadores, um dos países mais desiguais do mundo desenvolvido. Os 20% mais ricos têm rendimentos seis vezes (6,1) superiores aos dos 20% mais pobres.

Em média, na OCDE, o fosso entre ricos e pobres é menos cavaco (5,5 vezes). A tabela das desigualdades é liderada pelo México (onde os 20% mais ricos têm 13 vezes mais do que os 20% mais pobres), seguido de perto do Chile (12,8), Turquia (8,1), Estados Unidos e Israel, ambos com um rácio de 7,7.

N nosso caso é importante realçar que é possível constatar a evolução positiva do rendimento real desde meados dos anos 80 até meados da década de 2000, com o crescimento dos rendimentos dos que menos têm a quase quadruplicar o dos mais ricos. 

Significa isto que apesar de tudo, temos feito um bom trabalho e apesar de todos os queixumes (típicos da nossa gente) o desiquilíbrio de riqueza tem vindo a ser minorado. Nem é tudo é maus, meus senhores e minhas senhoras.

Pesquisa personalizada