Pesquisar neste blogue

segunda-feira, julho 29, 2013

What Maisie Knew

Este filme é uma adaptação dum Livro, com o mesmo nome, de Henry James.

Trago-o a esta tasca porque o adorei. Achei-o simplesmente genial, quer na sua realização (, ) quer no seu argumento. Ao vermos o filme temos a noção que este é 100% atual, escrito para retratar uma família moderna e todos os seus dramas. Que é um filme do Séc. XXI. 

Após alguma pesquisa descobri que é baseado num livro editado em 1897. Óbvio que o argumento foi adaptado mas a génese da história é a mesma, o ponto fulcral do autor mantém-se e isso é que me importa realçar, a contemporaniedade do tema. Algo escrito há 116 anos, tem hoje, o mesmo poder de questionar dogmas sociais, de levantar tabus e por o leitor a questionar "e se!?". Efetivamente, uma grande surpresa cinéfila.

sexta-feira, julho 12, 2013

Ui senhores... Cada vez mais, aí andam eles...

Podeis ver aqui, porque eu não tenho vergonha nenhuma de ver e aconselhar a Wikipedia:

O Conselheiro Acácio é descrito por Eça de Queirós como sendo um homem alto, magro, vestido todo de preto, com o pescoço entalado num colarinho direito. O rosto aguçado no queixo, ia-se alargando até à calva, vasta e polida, um pouco amolgada no alto. Tingia os cabelos, que de uma orelha à outra lhe faziam colar para trás da nuca; e aquele preto lustroso dava, pelo contraste, maior brilho à calva; mas não tingia o bigode: tinha-o grisalho, farto, caído aos cantos da boca. Era muito pálido; nunca tirava as lunetas escuras. Tinha uma covinha no queixo e as orelhas muito grandes, muito despegadas do crânio.

Perante a sociedade, o Conselheiro Acácio era um moralista, com constantes declarações a favor da sã moral e dos bons costumes, que faziam dele um público paladino da família e das virtudes cristãs.

Nascido e criado em Lisboa, era um solteirão sem família, aposentado do cargo de director-geral do Ministério do Reino, que vivia num terceiro andar da Rua do Ferregial, amancebado com a criada, que entretanto o atraiçoava.

Expressava-se com chavões e elaboradas frases vazias e citava muito. Com gestos sempre medidos e cerimoniosos, jamais usava palavras triviais: não dizia vomitar, antes fazia um gesto indicativo e empregava o termo restituir. Assinante do Teatro de São Carlos havia dezoito anos, conhecia toda a sociedade amante da ópera e toda a intelectualidade da moda. Nas suas constantes citações dizia sempre o nosso Garret, o nosso Herculano e falava incessantemente das nossas virtudes pátrias. Tendo sido nomeado conselheiro por carta régia, sempre que dizia El-Rei erguia-se um pouco na cadeira.

Tinha sido feito cavaleiro da Ordem de Santiago, em atenção aos seus grandes merecimentos literários e às obras publicadas, de reconhecida utilidade, no campo da economia política. Era autor das seguintes obras: Elementos Genéricos da Ciência da Riqueza e Sua Distribuição, com o subtítulo Segundo os Melhores Autores; da Relação de Todos os Ministros do Estado desde o Grande Marquês de Pombal até Nossos Dias com Datas Cuidadosamente Averiguadas de Seus Nascimentos e Óbitos e de uma volumosa Descrição Pitoresca das Principais Cidades de Portugal e Seus Mais Famosos Estabelecimentos.

terça-feira, julho 09, 2013

Endechas à Nigella (next chapter???)

Pois é, quando pensavam que tudo estava acabado, que não havia mais nada a dizer, quando tudo nesta tasca já tinha abandonado a ideia que ELA tinha desaparecido e ido mostrar a sua culinária para outro lado (até o outro se tornou padre), eis senão quando A Nigella vai-se divorciar!!!!!  - ver esta notícia - CNN

Não poderiamos ficar indiferentes a esta notícia e se ela tiver muito desgostosa, aqui neste cantinho da europa, nós podemos fornecer o aconchego (para o corpo e para a alma).

Para quem não acompanhou a saga Nigella aconselho a ler os seguintes post (atenção aos leitores mais sensíveis):
http://tusabar.blogspot.pt/2010/06/nigella-bites.html
http://tusabar.blogspot.pt/2010/06/endechas-nigella-tomo-i.html
http://tusabar.blogspot.pt/2010/06/endechas-nigella-tomo-ii.html
http://tusabar.blogspot.pt/2010/06/endechas-nigella-tomo-iii.html
http://tusabar.blogspot.pt/2010/06/endechas-nigella-tomo-iv.html

http://tusabar.blogspot.pt/2010/06/endechas-nigella-tomo-v.html

http://tusabar.blogspot.pt/2010/06/endechas-nigella-epilogo.html
http://tusabar.blogspot.pt/2012/08/endechas-nigella.html


terça-feira, julho 02, 2013

Política nacional

Resumo da semana política em Portugal
- "All in"
- "I Call"

ehehehehe

Pesquisa personalizada