Pesquisar neste blogue

segunda-feira, março 23, 2015

Moral

No Brasil anda tudo às voltas com a Corrupção, mas é interessante analisar o estado da nação do outro lado do atlântico. Aqui:
- O Diretor geral e o sub diretor geral da ATA demitiram-se por suspeitas duma suposta lista VIP do fisco, onde o secretário de estado afirmou nem saber de nada;
- O sistema CITIUS (Portal da Justiça) teve problemas e a culpa foi imputada a técnicos, pois os cargos públicos não tiveram qualquer responsabilidade nas alterações aos mapas judiciais;
- Líderes de partidos que não pagam Imposto Sobre Imóveis ou que usam casas das autarquias para viver - free cost;
- O nosso PM foge à Segurança Social, alega que "não sabia" e que "não tinha consciência" de que tinha de pagar - provavelmente a culpa foi de algum técnico da Seg. Social (para além de haver suspeitas de ter usado uma empresa de formação para obter indevidamente acesso a fundos comunitários);
- O banco que era usado para financiar quase todas as campanhas políticas faliu, insolveu mas os contribuintes tiveram suportar a sua nacionalização para bem da estabilidade do sistema "financeiro" - mais uma vez o culpado foi o último diretor do banco...nunca os anteriores, claro...eles nem sabiam;
- O Caso BES que ainda anda na berra continua sem que hajam culpados, responsáveis ou pessoas que se lembrem do que fizeram. E claro, os privados que lá puseram o dinheiro, que se lixem porque mais uma vez, a culpa não é de ninguém - é apenas o sistema!

Isto são apenas casos atuais em que a corrupção é óbvia e o favorecimento de pessoas é mais do que claro e onde ninguém assume responsabiliade política. Alguma vez numa democracia da Europa Central ou do Norte, um PM ao qual fossem descobertas dívidas ao fisco e segurança social, ficava em funções??? Ele era o primeiro a assumir a responsabilidade mas como aqui no burgo as regras são outras...é melhor deixar-me estar quietinho na cadeira do poder. Não há ministros que se demitam ou secretários de estado que tenham assumido qualquer responsabilidade - até parece que eles não recebem salários precisamente de acordo com essa responsabilidade.

domingo, março 15, 2015

Presidentices

Está oficialmente aberta a caça à Presidência da República.

Tudo bem que só em 2016 serão as eleições mas a quantidade de "notáveis" que já se perfilam para ocupar a cadeira é qualquer coisa de impressionante (podia aqui resumir os nomes, mas julgo que com uma leitura deste artigo do Público conseguem ficar com essa ideia).

O que mais me impressiona é a hipocrisia deste sistema, em que o Presidente não é mais que uma figura de corpo presente e ao contrário do que defendem em Portugal, ele não é um representante da Democracia, é um representante da política e dos políticos - e isto não pode nunca acontecer, pois o contrabalanço que é suposto haver com este sistema presidencial está à partida corrompido.

De todos os PR's desde o 25 de Abril de 1974, acredito que só Jorge Sampaio soube representar o papel. Só ele acreditou no que realmente um PR deve ser e se sentou nesse lugar com um espírito democrático e não só político. Tudo o restante é efetivamente uma amostra do pior que o nosso país produz em termos de classe de políticos - compadrios, pressões, deves e haveres duma carreira que culminam com dívidas monstruosas para se chegar a PR (e não me estou a referir a dívidas financeiras).

Sou efetivamente crítico deste sistema. Por defeio acho que o lugar de PR nunca poderia ser ocupado por qualquer cidadão que tenha tido assento no parlamento e/ou Governo. Deveria ser proibido a políticos ocupar o lugar - no fundo, cada "macaco" no seu galho.

Esta coisa dos PR's só serve para distrair atenção do que realmente importa e atualmente é sobre a demissão que deveria estar a acontecer do nosso PM - mas sobre isso se falará a seguir na tasca. Agora vou tratar de abrir uma Quinta Da Lagoalva Rosé 2009 só para ver o que acontece.

terça-feira, março 03, 2015

Mais um filme!!

Sim, volta e meio volto à carga com filmes...que é que se há-de fazer...ao menos falo do que gosto!!

Este filme foi uma grande surpresa e boa! O Shia laBeouf está excelente e o Mads Mikkelsen impecável como sempre, a  dar o negro necessário ao argumento, mas tenho de confessar a minha preferência para o excelente papel da Evan Rachel Wood - o cabelo curto e magenta fica-lhe a matar!!! Ehehe.

É um filme de 2013 e mais um daqueles que não passou no circuito normal de cinema, mas graças à internet (ou aos clubes de vídeo dos canais de televisão - quem tem, claro!!!!) consegui vê-lo e acima de tudo disfrutá-lo. Banda sonora excelente:


 Bom argumento, mas acima de tudo é um filme de interpretações e que se recomenda aqui na tasca:



E não é filme para se adormecer no sofá!!!! Vale a pena ficar acordado!!! :)))))
Pesquisa personalizada