Pesquisar neste blogue

terça-feira, junho 26, 2012

Justiça

Fez-se justiça!!!

O deputado socialista Ricardo Rodrigues foi condenado a 110 dias de multa de 45 euros por dia, o que perfaz 4950 euros. Rodrigues foi considerado culpado no caso do roubo dos gravadores aos jornalistas da revista Sábado. (in Público - podem ler a notícia aqui).

É importante reforçar que este tipo de comportamentos (e este senhor é conhecido por vários deles) é deplorável, ignóbil e mesquinho. Ainda bem que hoje em dia se consegue penalizar esta classe para impedir abusos e sentimentos de estar acima da lei. Conforme se comenta por aqui na tasca (antes das zarramadas serem efetivamente demasiado grandes para o que quer que seja), porque raio é que exigimos tanto dos nossos desportistas, cientistas, filhos, filhas, emigrantes, etc....e não o exigimos dos políticos!!?!?!?

segunda-feira, junho 25, 2012

Voyage

Hoje acordei com isto na cabeça:



A razão é simples...Voyage Voyage e isso é que importa!

segunda-feira, junho 18, 2012

Vitórias

Tudo poderia apontar que finalmente ia falar de bola, aqui na tasca, mas naaaaaaaaaaaaada disso.....

Este post é para relembrar a grande, grande vitória dum ciclista português - Rui Costa, da Movistar, venceu, este domingo a Volta à Suíça. Esta é a Primeira vitória de sempre numa prova oficial da 1º classe da UCI.  É daqueles momentos em que efetivamente se fez história e isso, tem obrigatoriamente de vigorar aqui no tasco!!! Sai uma rodada de pinga da boa!!!! (mas só um copo para a malta não se habituar mal)



segunda-feira, junho 11, 2012

Estratégia

Bem sei que a malta quando tá de fora, anda a sempre a mandar postas e a dizer que se fosse eu, fazia assim, assado, cozido, frito e tudo e tudo e tudo, mas tasca que é tasca tem de ter plateia desse género...nem que seja para o Manel Taberneiro mandar calar toda gente e dizer que se fosse para ouvir babuseiras, ligava a ARtv (sim, que a tasca é humilde mas não é burra)!!

Bem, onde é que eu ia!?? Copo de 3, um diesel...ahhh já sei...estratégias.
Tudo isto para falar de como a nossa seleção se apresenta em jogos oficiais = sempre com a mesma estratégia!!! Ou seja...jogar sempre em 4x3x3...seja, Brasil, Holanda,China, Japão, Áustria, Seleção dos distritais de Évora, Jogo de bowling, torneio de sueca, jogo do abafado (e não, não é do vinho), enfim...já deu para perceber, né?!? O adversário nem precisa de estudar a seleção, não precisa de se preparar ou sequer antever outra formação e isto meus senhores, é o maior erro possível e imaginário.O adversário quer-se sempre inseguro, sem saber como preparar as suas defesas porque não sabe de onde pode vir o perigo. Ao invés disso, ataca-se sempre igual, não se trabalha o elemento surpresa, não se treina a adaptabilidade dos jogadores, nem a capacidade de mudar de estratégia a meio duma partida.

É nesta rigidez que se continua a apostar e isso é um erro que normalmente se faz pagar bem caro!

domingo, junho 03, 2012

Mudanças

Acho piada à forma como se lida com a mudança. Se por um lado dizem que a mudança é uma coisa boa e que faz parte da vida e que devemos assumi-la como algo de fundamental, resta-me perguntar porque é que não a praticam?


Futebol, Religião, política, são tudo campos onde mudar é quase TABU e quem o pratica é colocado de lado, como se fizesse um mal à sociedade por simplesmente "mudar" de opinião.
Há algo de mais hipócrita do que isto??
- "Sim, é óptimo mudar de empresa"
- "Mudaste de ginásio??? Brutal"
- "Tens de mudar de penteado"
- "Ahh essas cuecas já não se usam...tens de andar de boxers"
e se um gajo diz:
- "Fodasse...esta minha equipa é uma merda, vou mudar de clube" ou,
- "Não concordo com este partido - vou mudar de filiação"
Então chamam-lhe hipócrita, vendido, incoerente, falso, etc. Ou seja mudar de lado é bom, mas só para o que convém...porque de resto é uma merda (eu percebo...chama-se a isto colocar em causa...e deus me livre se somos livres de o fazer).

Como tudo na vida...resumimos a conversa a tascas! Se um cliente pede uma mini e eu respondo "só tenho super bock", ele vai torcer o nariz e dizer "ah mas isso não é mini e o caralho e o foda-se e tudo e tudo e tudo" mas no final vai consumir e repetir..se quiser vinho então isso nem se fala. Como aquelas gajas que têm a mania que só bebem vinho branco mas depois um gajo dá-lhes um malhadinha e é vê-las a aguar por aquilo como cão por vinha vindimada!! Nas tascas existe cultura de mudança, existe abertura para enveredar por novos caminhos...tudo fosse assim..

No fundo isto só prova que a cultura "taberneira" pode efetivamente ajudar e ao invés de ser repudiada, deveria ser respeitada.
Pesquisa personalizada