Pesquisar neste blogue

sexta-feira, novembro 21, 2014

Jogadas

1985 - Criada subvenção vitalícia, pelo Governo de Bloco Central de Mário Soares (PS), como forma de compensar os anos de serviço público de personalidades como os membros do Governo, deputados à Assembleia da República, juízes do Tribunal Constitucional e magistrados.

1995 - Alteração das regras para aplicação à subvenção vitalícia, feita pelo Governo de Cavaco Silva (PSD)- passaram a ser necessários 12 anos em funções e só podia ser recebida a partir dos 55 anos de idade e era acumulável com a pensão ou a reforma.

2005 - Revogação da subvenção, feita pelo governo Sócrates (PS), a aplicar a partir do ano de 2009, sendo que os que já tinham direito a ela – ou seja, os que nessa altura já perfizessem 12 anos de serviço – poderiam mantê-la.

2013 - Cortes nas subvenções existentes em 15%, por decisão o Governo de Passos Coelho (PSD). Sendo que o orçamento para este ano reformulou as condições. O valor recebido passou a depender dos rendimentos – se forem superiores a dois mil euros mensais (excluindo a subvenção), a subvenção é suspensa.

2014
  • dia 21/11 - PSD e PS juntaram-se para aprovar na especialidade, em comissão, a reposição da subvenção a antigos titulares de cargos políticos e o assunto levantou polémica. 
  • dia 21/11 - Bloco de Esquerda pediu a avocação das propostas de alteração para permitir uma votação em plenário
  • dia 22/11 - PSD e PS retiram a proposta de reposição da subvenção.

Para se ter uma ideia do que se está a falar, em 2013 eram 318 beneficiários que representam cerca de 758 mil euros por mês. Mais de sete milhões de euros por ano. Valor médio de 2300 euros por subvenção. (fonte: Publico.pt)

Realmente há coisas que dão de pensar!





sexta-feira, novembro 14, 2014

Mediocricidades

Li hoje esta notícia no Expresso.pt e fiquei a pensar que ainda bem que tenho um Presidente da República que elege um dos segmentos que mais explora mão de obra e que tem os salários mais baixos do país, como uma "Vencedora"

É assim a pequenês e a tacanhês da geração que gere o meu país.

terça-feira, novembro 11, 2014

The Endless River - the new pink

Ora aí está o, acho eu, último disco de originais dos Pink Floyd.
Está lá tudo o que os define, segundo os próprios, mas efetuaram algumas mudanças fruto dos tempos e das experiências passadas.



Voltarei ao tema quando o album estiver todo "cá fora"!

segunda-feira, novembro 03, 2014

Lá vem este com mais um filme....

Volta e meio falo aqui de filmes.
Falo acima de tudo da simplicidade da mensagem, independentemente do tema e se bem que o que está na moda é o tema da Inteligência Artifical com filmes como Lucy; Transcendence;Automata;Ex-machina; mudo radicalmente o discurso e falo de....comédia romântica:

Perdona si te llamo amor - É um filme Espanhol (replicado dum filme italiano com o mesmo nome), com uma história muito simples. Amores impossíveis!! Confesso que são alguns complementos ao filme e que pouco contribuem para o argumento do mesmo, o que mais me atraiu na película. Tem espanholas guapíssimas!! e quem me conhece sabe que a minha resistência à mulher espanhola é pouca ou nenhuma. É passado em Barcelona, facto que destrói ainda mais qualquer possível resistência que pudesse exisitir e depois, é efetivamente um filme "light" e daqueles que nos deixa com um sorriso na cara!


Pesquisa personalizada