Pesquisar neste blogue

sexta-feira, outubro 28, 2011

Globaia.org

Deparei-me, nas minhas surfadas digitais, com uma iniciativa, a todos os níveis espantosa.

http://globaia.org/

Mens agitat molem 
"A mente move a matéria"

É um site interessantíssimo e tem umas fotografias (Cortesia da NASA) espantosas. As animações estão disponíveis no Vimeo mas acreditem que vale mesmo a pena pesquisar e investigar melhor esta iniciativa. Ficamos com uma perspectiva espantosa do mundo e de como estamos interligados....é introduzido um conceito novo - Anthorpocene - em Inglês (que não tive pachorra para traduziar):


"Officially, this epoch does not exist. Yet. It may be added permanently to the geologic time scale in August 2012, at the 34th congress organized by the International Union of Geological Sciences, to be held in Brisbane, Australia. It is the International Commission on Stratigraphy that determines the denomination and the calibration of different divisions and subdivisions of geological time, which date back to the formation of the Earth, 4.6 billion years ago."


Só um cheirinho para se perceber como estamos ligados:

segunda-feira, outubro 24, 2011

Dizeres

"L'âme d'autrui est une forêt obscure où il faut marcher avec précaution"

(A alma do outro é como uma floresta negra pela qual se deve caminhar com cautela)

Claude Debussy, 1871

sexta-feira, outubro 21, 2011

Estruturalidades

"Cada português pagou, em média, 6.700 euros de impostos e contribuições no ano passado, avanço o Económico. Este valor é equivalente a 18 euros por dia e a mais de um terço de toda a riqueza produzida". - in Publico

ou seja, mais de um terço da riqueza produzida no meu país é gerada por impostos!
de 160 mil milhões de euros (valor médio do PIB),  53,33 mil milhões são impostos....enfim...dá que pensar e este é um problema estrutural na nossa economia.

Já desde o tempo de D.Fernando I (séc.XIV) que o défice do estado era um assunto gravíssimo e que a carga fiscal em cima da população era usada para colmatar estas falhas. Usávamos receitas extraordinárias para equilibrar as contas públicas (ou mais correctamente para compensar os gastos da casa real) - lembrem-se da Lei das Sesmarias e já no tempo de D.José, o Marquês de Pombal aplicou receitas extraordinárias para endireitar a coisa.....há muitos casos destes ao longo da nossa história. É nela que vemos que nada disto é novidade e que não podemos cair no erro de pensar que isto é conjuntural. É acima de tudo um problema de CULTURA Portuguesa, ou falta dela, a nível de gestão financeira e política económica. A única forma de tratar isto é enfrentá-la como uma questão de fundo e de génese Portuguesa, que tem de ser alvo de medida a muito longo prazo, para que um dia seja possível alterar essa tendência nos governantes.

Acima de tudo a intervenção do estado na economia tem de reduzir e para isso precisamos de deixar de ver o estado como um Pai e mais como um professor! Ensina, educa mas não tem de tomar conta!

segunda-feira, outubro 17, 2011

2 em 1

2 temas num único post!!

Música: Le Trio Joubran
Cinema: Le Dernier Vol

Da parte do "Le Trio Joubran" só posso dizer o melhor. Pesquisem e ouçam os temas que estão na internet. É um som forte, emocional, quente e intenso (sim, quase que pode ser descrito como um café - Arábico)....músicos tecnicamente evoluidos que transmitem a melhor parte da sua cultura natal. Vou falar mais vezes destes senhores e quem sabe vê-los no próximo FMM!

Podem ouvir aqui (e de olhos fechados, deixem-se ir...apenas ouçam e deixem-se levar)

Quanto ao filme "Le Dernier Vol", inicia-se numa história verídica passada no Sahara em 1933
quando um famoso piloto inglês tenta fazer a travessia entre Londres e a Cidade do Cabo, mas aborda muitas outras questões que na altura estavam a vir ao de cima no islão.
É daqueles filmes que antes sequer de ligarem a comentários, têm de ver. Não vale a pena ouvirem ou pedirem opiniões ou mesmo até lerem críticas, tem muitas subtilezas e aliando o cenário natural do deserto, uma banda sonora espantosa e um muito bom elenco, criam um cenário espantoso (e sim, ajuda muito ter lá a Marion Cotillard).




quinta-feira, outubro 13, 2011

Surpresa!!!

Sim, mais anúncios mas olhem que deste ninguém está à espera:

segunda-feira, outubro 10, 2011

Belgas (não as bolachas)

Nada como uma pequena história para animar o início da semana.

  • A Bélgica não tinha governo há mais de 1 ano e meio (os principais partidos francófonos e flamengos não se têm entendido desde as eleições de 2009;
  • Mesmo nesta situação o país continuava a ser citado como fonte de boa gestão e "best practices" por esse mundo fora;
  • Na semana passada foi anunciado que finalmente os partidos se tinham coligado e feito avançar o governo...afirmou-se que foi uma vitória para todo o país e que finalmente as negociações tinham dado frutos num entendimento saudável (estranho..mas enfim...eles lá sabem - pensei eu cá para os meus botões);
  • A meio dessa mesma semana sai a notícia de que o banco DAXIA (um dos maiores do país) estava em risco de falência e que devido à exposição da dívida grega, corria riscos gravíssimos de fechar. Só havia uma hipótese - nacionalizar - diziam eles na imprensa internacional;
  • Ao invés de se perceber a jogada, veio toda a comunidade internacional dizer "ahhh...ainda bem que eles se acertaram no governo belga, caso contrário ia ser muito difícil!!" - ora, sou só eu ou isto não é uma sucessão de eventos demasiado óbvios??? Quer-se dizer, andam 36 meses sem se entenderem e depois em 4 dias resolvem-se divergências...com a coincidência de antecipar uma nacionalização!?!?!
Poderão pensar que isto é "lá longe" e não afecta os tugas, mas o pessoal esquece-se que uma das componentes mais importantes no nosso PIB é uma coisa chamada "remessa de emigrantes" - e qual pensam vós que é o banco belga que mais dinheiro envia para cá, através do emigrantado? hmmm?

Mesmo que não seja por esse motivo, esta foi um jogada de antecipação por parte da gestão belga e independentemente dos motivos de desunião, quando se toca no bolso, todos se entendem!!!

Para seguirem o desenvolvimento da notícia, vejam aqui

sábado, outubro 01, 2011

Dublin

From Dublin with Love...ou melhor, com Pints e Pints e Pints e Pints e......mais Pints de Cerveja!!!
Isto é tudo muito bonito e com ondas de calor e tudo (chove que se farta enquanto escrevo estas linhas - parece o diluvio da biblia) - sim que somos muito crentes!!! -

Depois colocaremos fotos e o outro estupido pode comentar o que quiser!!!

slàinte
Pesquisa personalizada